5

Um pouco sobre mim..

Eu gostava de ficar só, não que eu fosse uma pessoa solitária ou antissocial, mas sim por que gostava da atmosfera do meu quadro, junto com minhas coisas, meus livros e minhas ideias, pensava na vida no que eu ia ser quando tivesse 26 anos planejava tudo como toda garota na adolescência, esse sim era o meu mundo o mundo que eu havia criado para mim, nunca fui de ter uma centena de amigos mas dava muito valor aos poucos amigos que tinha.Sempre me dei bem com todos a minha volta com exceção do meu primo que me jogou uma rabanada no natal! Mas isso é outra historia..




Quando eu era pequena todos diziam, mas ela é tão quietinha e comportada não deve dar trabalho. Realmente eu era bem quietinha e não dava trabalho como muitos achavam, mas minha mãe coitadinha cortava um dobrado comigo, eu fazia tudo que ela pedia pensando em um milhão de coisas que eu gostaria de estar fazendo, tudo isso por conta da minha displicência.
E pasme ate hoje eu sou assim e ainda falo sozinha, eu não sou maluca tá, eu só mantenho um dialogo comigo mesma. E isso se agrava se eu discutir com alguém e não falar tudo que eu gostaria, ai o dialogo tá formado rsrsr.

Aborreço-me muito com pessoas que não conseguem deixar a língua presa na boca pessoas que falam sem pensar te magoam e depois ainda tem a cara de pau de te perguntar o que ouve..
Minha mãe sempre me disse:_ Natalia, cuidado com o que você fala, penca 10 vezes antes de falar qualquer coisa para não magoar as pessoas. Eu aprendi isso e levo comigo ate hoje, mas tem certos indivíduos que não tiveram a D’Marly como mãe fazer o que.
Eu também sou tudo ao extremo tímida, ansiosa, stressada. Mas sou muito amiga se ganhar minha amizade vai te-la  para sempre.  

Apesar de ser do signo de libra eu não sou muito equilibrada, sou super indecisa e para tomar qualquer decisão aff demora. Acho que é porque eu sempre tento pensar em todos os caminhos que aquela decisão vai me levar ai acabo por não decidir nada.
Mas sabe ser mãe me fez amadurecer, me fez me preocupar com coisas que realmente eram úteis na minha vida,
Só uma coisa foi embora de vez depois da maternidade, a minha liberdade meus pensamentos não são tão livres e eu não consigo mas me concentrar em fazer coisas que eram indispensáveis na minha vida como desenhar,ouvir musica,escrever, fazer minhas próprias unhas, ler etc..São bem raros esses momentos comigo mesma.

Agora mesmo ‘’Tututi’’ é assim que eu o chamo, esta aqui pedindo ''coia'' ''colo'' e puxando minhas mãos enquanto eu estou digitando... Este é o meu novo mundo, essa é minha, mas nova realidade e sou muito feliz por isso..


5 Comente Aqui!:

  1. Thank you for sharing and putting it out there for us to read. We all have to be cautious in how we communicate to others without hurting there feelings. Mother its the hardest and most rewarding job doll.
    http://tifi11.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Muitas pessoas falam sem pensar verdade, mas não podemos nos prender nelas!
    Beijo querida!
    http://byschmith.blogspot.pt/2013/09/voltando-atras-no-tempo.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo mas tem horas que é inevitável principalmente quando são pessoas próximas.

      Excluir
  3. Promote and share or article at pingnw.com

    ResponderExcluir

Nome do Autor

Sobre o autor

Natalia Custódio Sou carioca,libriana,mãe e especialista em mim mesma,gosto de assuntos diversos e tudo que envolve o mundo feminino.. Leia Mais sobre o autor...