1

Moda: Turbantes


Historia 


    A origem do turbante é desconhecida, mas sabe-se que já era usado no Oriente muito antes do surgimento do islamismo.As inúmeras formas de amarrar o turbante representam uma espécie de linguagem popular, podendo indicar a posição social, a tribo a que a pessoa pertence e até mesmo o seu humor naquele momento. 
O uso mais intensivo do turbante se estende por toda a Ásia e pela África.Os sikhs, que não são nem muçulmanos e nem árabes, constituem a maioria das pessoas que usam turbantes no mundo ocidental.Ojá é um tipo de torço ou turbante usado na cabeça nas religiões tradicionais africanas, religiões afro-americanas, religiões afro-brasileiras, podendo ser de vários tipos e cores.

Uso feminino dos turbantes


Os turbantes também são usados pelas mulheres ocidentais, como um acessório de moda. Na década de 1960 eles foram bem populares, mas não eram amarrados da mesma forma que os dos homens, presos à frente da cabeça. Usando longos lenços, elas primeiro amarravam as pontas à frente da cabeça e, a seguir, passando as pontas pela testa e as prendiam na nuca.






Curiosidade
  • Tanto na Índia quanto no oriente médio somente os homens usam turbantes,já na África, são as mulheres que usam.
  • O turbante masculino foi apelidado de Murban, que vem da mistura Man + Turban (Homem e turbante em inglês) e já é bastante usado nas passarelas masculinas!!





E ai gostaram? Acho super lindo gente, fora que dependendo da produção da uma outra cara ao visual!! 

 Bjokks  fiquem com Deus e ate a próxima...

1 Comente Aqui!:

  1. Acho lindo, mas aqui no nordeste é muito quente, acho que não daria certo, mas vou tentar usar esses feitos com lenço mais fino, adorei seu cantinho e que mauiagem linda essa sua da foto do perfil em mulher....kkkkk....http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/....bjos pra vc!!!

    ResponderExcluir

Nome do Autor

Sobre o autor

Natalia Custódio Sou carioca,libriana,mãe e especialista em mim mesma,gosto de assuntos diversos e tudo que envolve o mundo feminino.. Leia Mais sobre o autor...