0

O vergonhoso massacre nas ilhas Faroé (Atlântico Norte)

Oi meninas e meninos faz tempo que não venho aqui no blog mas hoje me deparei no Facebook com um vídeo que me deixou bastante intrigada,não sou muito de acreditar em tudo que vejo e quando é algo que me chama a atenção sempre pesquiso antes para ter certeza..

Hoje vi um vídeo triste sobre matança de baleias! Fui atrás,porque não queria acreditar nessa barbaridade, principalmente que crianças também participavam disso..(E quase cai da cadeira com o que vi)

Ilhas Faroé 
O arquipélago é formado por 18 ilhas maiores e outras menores desabitadas que acolhem, ao todo, 47.000 pessoas em uma área de 1.499 km². Na ilha maior - Streymoy -, encontra-se a capital, Tórshavn, com 16.000 habitantes (1999). As terras mais próximas são as ilhas mais setentrionais da Escócia (Reino Unido), que ficam a sul-sueste, e a Islândia, situada a noroeste.
São autónomas desde 1948, tendo decidido não aderir à União Europeia. Gradualmente têm alcançado maior autonomia e para o futuro tem-se descortinado a possibilidade de tornarem-se independentes da Dinamarca.




Sobre uma tradição que, há 1.300 anos, tinha sua razão de ser, perpetuam hoje um festival que, ao lado de tecnologia de ponta, que inclui shows de metal viking (hard rock), o Grindadáp nas Ilhas Faroé (que significa Ilhas das Ovelhas) culmina com uma inacreditável matança de baleias piloto!

Sea Shepherd, Fondation Brigitte Bardot, Greenpeace e muitas outras organizações internacionais já se manifestaram e continuam realizando campanhas para sustar este macabro espetáculo. Até agora, ninguém conseguiu pará-lo. É hora da sociedade mundial se mobilizar, sem espaços ou tréguas, para acabar com esta mortandade sem limites!


Está certo que, no passado, este conjunto de ilhas da Dinamarca tinha muita dificuldade em promover alimentos e que, por isso, pautou na carne das baleias sua principal fonte energético-alimentar. Mas, hoje não!!! A modernidade chegou lá também, com tudo que a tecnologia pode oferecer. PORQUE CONTINUAR matando ritualística e barbaramente centenas de baleias???

A média, por ano, é de 1.000 BALEIAS! Já houve registro de 4.500 baleias mortas durante o festival horrendo, que começa na primavera! Ano após ano, tudo continua igual! Pessoas vestidas com as roupas tradicionais, videos mostrando uma união e uma fraternidade nas danças, toda a comunidade de mãos dadas.

Na manhã seguinte, o mar vermelho, as crianças brincando em meio à matança, os corpos encharcados no sangue, sentadas sobre restos de carne de baleias piloto. Que formação é essa que está sendo dada aos pequenos?


Ativistas são presos ao tentar evitar massacre de baleias nas Ilhas Faroé‏



Cinco voluntários da Sea Shepherd saíram correndo em direção à água, a fim de posicionar-se entre as baleias e os caçadores que as aguardavam. Todos os cinco foram abordados pela polícia e arrastados de volta para a areia, onde foram algemados e forçados a se sentar de frente para a carnificina que se desdobrava.

16 de agosto de 2015-http://www.anda.jor.br/16/08/2015/ativistas-sao-presos-evitar-massacre-baleias-ilhas-faroe%E2%80%8F

Todos os cinco ativistas da tripulação da Sea Shepherd foram presos. Rudy de Kieviet, dos Países Baixos, Lawrie Thomson, do Reino Unido, Tobias Boehm, da Alemanha, Alice Bodin, da Itália, e Frances Holtman, dos Estados Unidos, tiveram seus passaportes confiscados e terão quepermanecer nas ilhas Faroé até novo aviso.
Um representante legal foi chamado para agir em nome de todos os detidos.
A indústria do turismo das Ilhas Faroé está diretamente ligada à recente matança em Sandavágur. Amídia local do arquipélago relatou que o grupo de baleias foi visto pela primeira vez por um helicóptero da Atlantic Airways – um serviço que transporta turistas entre as ilhas.
A localização dos animais foi então relatada às autoridades, que deram permissão para que a caça prosseguisse. Rosie Kunneke, líder de equipe da Sea Shepherd, declarou: “Esta não é a primeira vez que o turismo das Ilhas Faroé tem sido usado como uma arma para ajudar na matança de baleias-piloto. Balsas que viajam entre as ilhas, e que são frequentadas por turistas, são usadas ​​como plataformas para detectar e relatar avistamentos de baleias. E, conforme já citado anteriormente, qualquer pessoa – incluindo qualquer turista – que não relatar avistamentos de baleias está em violação da Lei Baleeira das Ilhas Faroé e pode ser punido nos termos da lei. Os turistas que viajam para a região precisam ser alertados sobre esses riscos”.

Texto:http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2012/08/matanca-das-baleias-na-dinamarca-ilhas.html

Precisamos nos mobilizar para impedir a continuidade dessa matança.É triste como o ser humano consegue ser cruel,destrutivo,egoísta e violento.Mas triste ainda é fazer com que as crianças participem disso não postarei imagens explicitas acho que essa não é a finalidade.


0 Comente Aqui!:

Postar um comentário

Nome do Autor

Sobre o autor

Natalia Custódio Sou carioca,libriana,mãe e especialista em mim mesma,gosto de assuntos diversos e tudo que envolve o mundo feminino.. Leia Mais sobre o autor...